SELO BLOG FM (4)

Categoria: Política

Styvenson expõe situação de hospital no RN e cobra ao governo Fátima: “Onde estão R$ 12 milhões?”

FOTO: PEDRO FRANÇA

O Senador Styvenson Valentim (Podemos) questionou o Governo do RN sobre os R$12 milhões destinados à reforma do Hospital Tarcísio Maia. Desde 2020, o dinheiro foi repassado para fazer a ampliação, reconstrução e compras de equipamentos do hospital. Mas de acordo com o senador, desde então não houve nenhum avanço. Styvenson fez as indagações por meio do seu Instagram no sábado (13).

Na ocasião, Valentim andou pelos corredores do hospital e disse que mesmo no sábado, devia ter pessoas trabalhando na obra. “Era para ter gente trabalhando, não é? Mas é sábado. Obra pública. Olha como está a situação. Obra caminhando aos passos lentos. Eu só quero saber o seguinte: onde é que estão R$ 12 milhões aqui? Que obra lenta é essa, pelo amor de Deus?”, questiona.

Ao andar pelo local, é possível ver pessoas sendo atendidas. Styvenson pergunta se é assim mesmo que os pacientes são recebidos. Uma mulher sentada em uma maca responde: “Olha aí como eu estou jogada aqui”. Mostrando o teto com buracos e portas destruídas, o senador fala que nada foi feito em prol do hospital.

Styvenson disse que nesta segunda iria enviar um ofício ao Ministério Público informando as condições de trabalho e higiene do hospital. Ele ressaltou que em janeiro 2023, enviou recursos de quase R$ 40 milhões para o Centro de Diagnóstico e Ensino da Liga Norte Riograndense Contra o Câncer em Currais Novos e no dia 24 de julho irá entregar o prédio pronto.

Com informações da Tribuna do Norte

ELEIÇÕES 2024: Candidatos a vice ainda seguem sem definição em Natal

FOTO: SECOM

Mesmo a sete dias da abertura do prazo para realizações de convenções partidárias, que indicarão os nomes de candidatos às eleições majoritárias e proporcionais em 6 de outubro de 2024, a maioria dos partidos não fechou composições das chapas de pré-candidatos a prefeito e vice-prefeito em Natal.

Apenas os partidos União Brasil e Republicanos fecharam alianças com apoios de outros partidos (Podemos, PSDB, PL e PP) em torno dos nomes do deputado federal Paulinho Freire (União) como cabeça de chapa e da ex-secretária municipal de Planejamento, Joanna Guerra (Republicanos), como sua companheira de campanha eleitoral à sucessão do prefeito Álvaro Dias (Republicanos) para o mandato de 2025/2028.

Embora não tenha ocorrido nenhuma intercorrência política desde que em 2 de maio o prefeito Álvaro Dias anunciou apoio a sua pré-candidatura, o presidente municipal do União Brasil, Paulinho Freire, disse que as convenções cartoriais dos partidos aliados vão ocorrer antes da convenção do seu partido, “e a nossa grande convenção será no dia 3, reunindo todos os aliados”.

 “A partir daí vamos pra rua, já estamos fazendo a pré-campanha, a aceitação tem sido excelente. Em cada pesquisa eleitoral estamos subindo um pouquinho e tenho certeza que essa aliança chegará muito forte na eleição com chance de disputa”, otimizou Freire.

A ex-secretária Joanna Guerra, cujo nome foi anunciado como pré-candidata à vice por Freire no mesmo dia 2 de maio, também confirmou que a convenção do Republicanos está agendada para 3 de agosto, “com tudo ocorrendo de forma planejada, como deve ser”.

Para Joanna Guerra, a expectativa para o início da campanha eleitoral “é a melhor possível, tanto é que somos a única chapa com vice definida, muito forte e com apoio do prefeito, que vem trabalhando muito e tem tido ao longo dos seus dois mandatos uma aprovação forte da população, com um trabalho e obras estruturantes em Natal”. Joana Guerra avalia, ainda, que Paulinho Freire “vem subindo de forma gradativa nas pesquisas e temos tudo para fazer uma grande campanha e chegar ao nosso objetivo maior, que é realmente poder trabalhar pela cidade e dar continuidade à gestão de Álvaro Dias”.

PROGRESSISTAS

O presidente municipal do PP, vereador Eriko Jácome, informou que a convenção dos Progressistas foi agendada para a tarde de 20 de julho, no Centro Municipal de Referência em Educação (Cemure), na Cidade da Esperança.

Além de decidir sobre alianças e escolhas de candidatos, Jácome, que também preside a Câmara Municipal de Natal (CMN), explicou que também serão discutidas na ´pauta da convenção “questões legais que envolvem o processo eleitoral e outros assuntos que bem entenderem deliberar”. Alguns partidos deverão levar as discussões sobre nomes que vão compor a chapa de prefeito e vice e para vereadores, inclusive, até às vésperas das convenções, que ocorrerão entre 20 de julho e 5 de agosto.

Até o PT, que conta com a força política de sua filiada governadora Fátima Bezerra, não definiu quem será o companheiro de chapa da Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PC do B) de sua pré-candidata do partido à prefeitura de Natal, a deputada federal Natália Bonavides.

A presidente municipal do Partido dos Trabalhadores, a deputada estadual Divaneide Basílio, informou por intermédio de sua assessoria de imprensa, que a previsão da convenção petista é para o dia 2 de agosto: “Estamos em diálogo sobre o nosso vice e nos próximos dias anunciaremos”.

MDB

O presidente municipal do MDB, ex-vereador Júlio Protásio, informou que seu partido ainda não definiu participação na chapa majoritária em aliança com a Federação Brasil da Esperança (PT/PV/PC do B), a fim de apoiar uma eventual candidatura à prefeita de Natal da deputada federal Natália Bonavides (PT), que “tem buscado um vice com atuação na Zona Norte e estudado nomes disponíveis nos partidos aliados”.

Mas, Júlio Protásio admitiu que a pré-candidata Natália Bonavides o comunicou que até o sábado (20) anunciará que deve ser o seu companheiro à caça de votos em Natal. “A tarefa e preocupação de encontrar o melhor vice que agregue a chapa majoritária é da candidata e de seu partido”, avisou. Protásio acrescentou que o MDB em Natal “tem a tarefa de organizar sua nominata de vereadores e sair completa com 30 nomes, nossa meta é a eleição de três vereadores na capital. Esse é o nosso foco”.

Mesmo assim, Protásio informou que a deputada Natália Bonavides lhe pediu nomes disponíveis para a indicação ao cargo de vice-prefeito. “Até o momento encaminhei três nomes, que colocaram currículos à disposição do MDB, o empresário e jornalista Eugênio Ribeiro, o advogado e ex-vereador Joanilson de Paula Rego e o professor e ex-vereador Luís Carlos”.

No entanto, Júlio Protásio já definiu a data da convenção do MDB – a partir das 9 horas do sábado (27), na Câmara Municipal de Natal (CMN): “A pauta incluirá a escolha dos candidatos a prefeito, vice, seleção dos candidatos a vereador, sorteio dos números para vereador e discussão de coligações majoritárias com outros partidos”.

Também é o caso do Avante, que deverá oficializar a pré-candidatura do ex-deputado federal Rafael Motta a prefeito de Natal somente nos primeiros dias de agosto, mas já antecipou, nas redes sociais, que “está caminhando para uma chapa puro-sangue, priorizando uma mulher para vice”. Entre esses nomes estão a ex-reitora da UnP, Sâmela Gomes, a ativista dos direitos LGBTQIA+ e coordenadora de Diversidade Sexual e Gênero (Codis) do Estado, Rebecka de França e ex-candidata à deputada estadual Tatiana Pires.

O presidente municipal do PSD, ex-prefeito Carlos Eduardo Alves continua em busca de um vice para tentar voltar à prefeitura de Natal, mas disse que nesse fim de semana decide a data de convenção, que ocorrerá entre os dias 27 de julho e 2 de agosto.

Indefinição também segue entre pequenos

Partidos de menor expressão e de extrema esquerda também continuam indefinidos, mesmo no caso da Federação Rede/PSOL. O partido Rede já decidiu apoiar a pré-candidatura do PT, mas uma corrente do PSOL, que segue a orientação do vereador Robério Paulino defende candidatura própria ao Executivo da ativista social do movimento Juntos, Camila Barbosa, e outra lidera pelo presidente estadual do partido, ex-deputado estadual Sandro Pimentel, arroga apoio à deputada Natália Bonavides.

“Caso a candidatura própria prospere, não se sabe se o Rede vai querer indicar a vice”, questionou Pimentel, o qual informou que já levou a disputar interna à direção nacional do PSOL, a qual emitiu resolução no sentido de que questões relacionadas em municípios com mais de 200 mil eleitores, como Natal, a última palavra é da Executiva Nacional.

Pimentel disse que resolução nacional indica que o PSOL pode fazer alianças com PT, PV, PC do B, PDT, PSB e UP. “Fora desse arco de aliança, no caso de Natal que é acima de 200 mil eleitores, tem de ter autorização da nacional, a questão aqui é que Natália Bonavides está aliada ao MDB, por isso que tem esse imbróglio, mas a convenção da federação é o último foro”.

Já o PSTU, que tradicionalmente não se alinha a nenhum partido político, decidiu que o candidato a prefeito será o sociólogo Fernando Antônio, conhecido como Nando Poeta, professor da rede pública e cordelista. A pré-candidatura a vice é do estudante da UFRN Tiago Silva e para o legislativo municipal, será oficializada uma candidatura de mandato coletivo na convenção a ocorrer em 26 de julho, na sede do Sindicato da Policia Civil (Sinpol), na Cidade Alta.

“Queremos construir uma alternativa que enfrente as oligarquias dos Alves, a barbárie da extrema direita bolsonarista, tanto na figura do atual prefeito quanto na de seu candidato, mas também uma alternativa de oposição de esquerda ao PT, que vive de alianças com as elites e seus partidos. Para mudar Natal de verdade, é preciso enfrentar todos eles e defender um projeto socialista que ataque os privilégios dos ricos e poderosos, um programa contra as injustiças e desigualdades do capitalismo na nossa cidade”, destaca Nando Poeta.

Agenda das convenções partidárias em Natal

Progressistas – 20 de julho

Rede/PSOL – 21 de agosto

PSTU – 26 de julho

MDB – 27 de julho

União Brasil – 3 de agosto

Republicanos – 3 de agosto

PT – 2 de agosto

PSD – Data a definir

Avante – Data indefinida

Tribuna do Norte

Depois de pedir taxação das carnes na cesta básica, governo diz que isenção de imposto foi ‘vitória de Lula’

FOTO: RICARDO STUCKERT

Não é segredo para ninguém a pressão que o governo Lula fez para excluir do relatório, feito pelo Grupo de Trabalho responsável pela Reforma Tributária da Câmara, a presença das carnes entre os itens da cesta básica. Apesar da informação difundida, agora, o governo embarcou em uma tentativa de inverter os fatos. Agora, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, pivô das negociações por exceções tributárias e pela exclusão das proteínas entre produtos isentos, diz que o trabalho feito pelo partido do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o Partido Liberal, é vitória de Lula.

Por meio de um vídeo gravado ao lado da primeira-dama Rosângela Lula da Silva, a Janja, o ministro declarou que a inclusão foi uma ‘conquista’ do presidente petista.

As propostas do Ministério da Fazenda e do grupo de trabalho da Câmara não incluíam as carnes, uma medida fortemente apoiada pela bancada do agronegócio.

A celebração de Haddad contrasta com a postura da equipe econômica, que sempre se posicionou contra a alíquota zero para todos os tipos de carne, além de peixes, devido ao impacto que as exceções trariam na taxa padrão do Imposto sobre Valor Agregado (IVA).

Em declarações e discursos, Lula havia cogitado apenas a possibilidade de desonerar um grupo de proteínas mais consumidas pelas camadas mais pobres da população, como frango e ovo.

“O acesso à proteína animal deve ser garantido para todos”, afirmou Haddad no vídeo, apesar de seu ministério ter tentado bloquear essa iniciativa. Os técnicos da Fazenda estimam que a isenção total aumentaria a alíquota padrão do IVA de 26,5% para 27,1%.

A votação, com 477 votos a favor da emenda, que foi sim proposta pelo PL, tendo apenas três contra, desencadeou uma guerra de fatos sobre a autoria da isenção das carnes. Governistas recuaram ao perceber que o destaque seria aprovado com ampla maioria.

Deputados alinhados ao governo também exaltaram Lula. Segundo eles, a alíquota zero para as carnes foi uma vitória do petista. “Conseguimos vencer a oposição e incluir a carne na cesta básica”, declarou Haddad no vídeo ao lado de Janja, desconsiderando as contradições.

Diário do Poder

Lula é reprovado em Santo André, município do ABC, seu berço político

FOTO: RICARDO STUCKERT

O presidente Lula (PT) tem reprovação de 52,5% de seu governo, em Santo André, de acordo com o levantamento divulgado nessa sexta (12) pelo Instituto Paraná Pesquisas. A cidade com mais de 748 mil habitantes é a segunda maior do ABC Paulista, região onde presidente petista projetou-se no comando do sindicato dos metalúrgicos, por três mandatos seguidos, no fim da década de 1970.

Somente 44,5% dos eleitores consultados pela Paraná Pesquisas aprovam o governo de Lula. E sua administração tem maior percentual de avaliação negativa, com 42,7% classificando a gestão petista como péssima (34,2%) ou ruim (8,5%).

A avaliação positiva do governo de Lula é de 31,5%, dividida entre a classificação boa (20,7%) e ótima (10,8%). A gestão do petista é regular para 24,2%.

Ao contrário de Lula, o governador Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos), tem seu governo aprovado por 65,1% dos eleitores de Santo André, com apenas 30,3% de reprovação. A avaliação positiva é de 52,5%, divididos entre a classificação boa (34,2%) e ótima (18,3%).

Tucano vence polarização

A pesquisa é a mesma que registrou a liderança do ex-secretário municipal de Saúde, Gilvan Júnior (PSDB), que pontua entre 22,4% e 22,8% das intenções de voto para prefeito de Santo André, onde o petista perdeu para o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), em 2022. Mas o PT e o PL são apenas coadjuvantes na briga eleitoral pelo comando da cidade, que tem como segundo colocado o vereador Eduardo Leite (PSB), que pontua entre 16,9% e 18%, em empate técnico com o líder da disputa, mas também empatado tecnicamente com a ex-vereadora Bete Siraque (PT), que reveza a terceira posição com o atual vice-prefeito Luiz Zacarias (PL). Veja aqui.

O grau de confiança da pesquisa é de de 95%, com margem de erro estimada em aproximadamente 3,8 pontos percentuais para os resultados gerais. O levantamento, que ouviu 710 eleitores, desde o dia 6 deste mês de julho até ontem (11), foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral l sob o n.º SP04827/2024 para o cargo de prefeito.

Diário do Poder

Legendas começam a definir datas para suas convenções partidárias na capital potiguar

FOTO: REPRODUÇÃO

O calendário oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determina o período de 20 de julho a 5 de agosto para que partidos e federações realizem suas convenções para oficializar os candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador. Com a proximidade do período, das seis legendas e federações que possuem pré-candidaturas próprias para disputar a Prefeitura do Natal, quatro já definiram as datas para suas convenções. Apenas o Avante e a federação PT/PV/PCdoB ainda não têm data definida.

A federação Psol/Rede, que tem a pré-candidatura de Camila Barbosa, ex-vereadora e ex-diretora da União Nacional dos Estudantes (UNE), fará sua convenção em 20 de julho. O evento está previsto para as 18h, na sede do Psol, na Cidade Alta. Segundo Camila, o processo de decisão do nome do vice será feito em debates internos e a federação está finalizando a construção da nominata com 30 nomes para disputar as vagas na Câmara Municipal.

No dia 26 de julho, é a vez do PSTU, que tem as pré-candidaturas do sociólogo Nando Poeta e o da pedagoga Luciana Lima para prefeito e vice-prefeita. O evento está previsto para acontecer na sede do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), na Cidade Alta, e o horário deve ser definido nos próximos dias.

O dia 3 de agosto, por sua vez, foi escolhido pelo PSD e pelo União Brasil para suas convenções partidárias, embora os dois ainda não tenham definido local e hora para os eventos. O PSD oficializará a candidatura do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, que busca um quinto mandato.

Já o União Brasil oficializará a candidatura do deputado federal Paulinho Freire, que tem como vice já anunciada a ex-secretária de Planejamento de Natal e presidente municipal do Republicanos, Joanna Guerra. O parlamentar ainda analisa a possibilidade de se licenciar de seu mandato na Câmara dos Deputados, embora tenha dito que “talvez não seja necessário o afastamento”.

Ainda não definiram data

Os únicos que ainda não definiram data para suas convenções, até o fechamento desta edição, foram o Avante e a federação PT/PV/PCdoB.

O Avante terá a candidatura do ex-deputado federal Rafael Motta, que anunciou nas últimas horas que deverá ter uma mulher como vice – a ex-reitora da UnP Sâmela Gomes é a mais cotada no momento. Segundo o presidente municipal da legenda, Eduardo Campos, a data será definida “na próxima semana”.

Já a federação PT/PV/PCdoB, que tem como pré-candidata a deputada federal Natália Bonavides, também não definiu ainda data, hora e local do evento. Segundo Raimundo Alves, um dos articuladores da sigla, “provavelmente, será no dia 2 de agosto, com a presença de Gleisi Hoffmann” (presidente nacional do PT).

Agora RN

Até em Recife: nova pesquisa revela predominância da direita em capitais brasileiras

FOTO: DIVULGAÇÃO

Com as eleições de outubro se aproximando rapidamente, um novo levantamento do Datafolha trouxe à tona um panorama intrigante sobre a inclinação política nas capitais brasileiras. São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife foram os focos deste estudo, que evidenciou uma surpreendente predominância de eleitores que se identificam com o espectro político da direita.

Utilizando uma escala de análise que varia entre 1 (esquerda) e 7 (direita), o Datafolha buscou captar as tendências políticas vigentes nas mencionadas capitais. Os dados coletados de 2 a 4 de julho de 2024 mostraram um padrão interessante: uma quantidade significativa de eleitores se inclina mais à direita do espectro político.

Como está distribuída a preferência política nas capitais?

Em São Paulo, a pesquisa revelou que 26% dos entrevistados se alinham à direita, enquanto 20% veem-se como de esquerda. Curiosamente, o centro político parece manter sua relevância com 24% da preferência dos votantes. Esta diversidade mostra um equilíbrio de opiniões que pode ser decisivo nas urnas.

Surpreendendo alguns analistas, Recife emergiu como a capital com o maior índice de eleitores de direita, sendo 35% do total. Isso marca uma mudança significativa, visto que a cidade é tradicionalmente reconhecida como um reduto do lulopetismo. Tal transformação na paisagem político-partidária de Recife pode sinalizar novas tendências emergentes entre os eleitores.

Direita x Esquerda – Resultados Detalhados por Cidade

  • São Paulo: Direita (26%), Centro (24%), Esquerda (20%)
  • Rio de Janeiro: Direita cresce para 26%, enquanto a esquerda se mantém em 19% e o centro também em 24%
  • Belo Horizonte: Direita tem 28%, superando a esquerda que conta com 18% e o centro com 23%
  • Recife: Direita lidera com 35%, seguida pela esquerda com 22% e o centro com 20%

Estes resultados, coletados em entrevistas face a face e com margem de erro variando entre três e quatro pontos percentuais, ressaltam uma diversidade de posicionamentos que possivelmente influenciará as estratégias de campanha dos candidatos nas próximas eleições.

Implicações para as Eleições de Outubro

A predominância de eleitores de direita nas capitais pode ser um indicativo de quais estratégias os partidos políticos deveriam adotar para atrair os votos dessas populações. A variada distribuição do espectro político também sugere que campanhas centradas no diálogo e na moderação podem ser particularmente eficazes em ambientes urbanos complexos e heterogêneos como são as grandes capitais brasileiras.

À medida que o período eleitoral se aproxima, esses dados não apenas moldam as expectativas, mas também orientam as conversas políticas em todo o país, prometendo uma temporada de campanhas intensas e possivelmente repletas de reviravoltas.

Posse de George Soares como conselheiro do TCE é marcada para próxima semana

FOTO: JOÃO GILBERTO

A posse de George Soares como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE-RN) foi marcada para o próximo dia 17 de julho (quarta-feira), a partir das 10h30. A informação foi confirmada à 98 FM nesta sexta-feira (12) pelo próprio conselheiro e também pela Corte.

Deputado estadual pelo PV, George Soares foi eleito conselheiro do TCE em 26 de junho, por 12 votos a 11, em uma disputa apertada na Assembleia Legislativa com o também deputado estadual Carvalho (PSDB).

Formado em Ciências Contábeis, George Soares tem 45 anos e vai substituir Tarcísio Costa, que se aposentou do Tribunal de Contas em maio após atingir os 75 anos.

George Soares terá de renunciar ao mandato de deputado estadual para assumir o cargo no TCE. Para o lugar dele na Assembleia Legislativa, o suplente Vivaldo Costa (PV) será convocado para assumir o mandato até o fim da legislatura.

Portal 98 FM

Salatiel de Souza e Homero Grec oficializam pré-candidaturas em Parnamirim

FOTO: REPRODUÇÃO

Salatiel de Souza e Homero Grec apresentam oficialmente suas pré-candidaturas à Prefeitura de Parnamirim em evento nesta sexta-feira 12. O evento de lançamento ocorrerá no Boungaville Recepções, a partir das 18h30.

O evento da pré-chapa, que já conta com ampla adesão e união de forças reunindo lideranças políticas do PL, PR, PSDB, União Brasil, Podemos, DC e PP, deve bater recorde de participação, com presenças de líderes comunitários, apoiadores, filiados aos partidos que dão sustentação às pré-candidaturas e demais cidadãos simpatizantes e preocupados em garantir um futuro próspero para Parnamirim. Não é à toa que a população da cidade espera o crescimento e não o retrocesso.

Salatiel, conhecido apresentador e evangélico, representará o PL – Partido Liberal, legenda que defende valores conservadores e partido do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro, cujas bases são Deus, Pátria, Família e Liberdade. Homero, por sua vez, é ex-secretário do Gabinete Civil, com profundo conhecimento técnico-administrativo, será o candidato a vice pelo PR – Partido Republicanos.

“Estamos comprometidos em avançar com uma visão clara de progresso e responsabilidade. Parnamirim merece uma gestão que proteja o cidadão e promova o desenvolvimento sustentável de forma segura, sem riscos de cair nas mãos de pessoas aliadas à visão ideológica da esquerda”, afirma Salatiel de Souza.

Homero acrescenta: “Minha experiência como gestor público me preparou para entender as necessidades de nossa cidade. Juntos, podemos construir um futuro melhor, baseado em resultados concretos e transparência”.

Agora RN