SELO BLOG FM (4)

Categoria: Brasil

‘BATEU SEM QUERER’: Vereador paraibano tem foto íntima divulgada nas redes sociais

‘CIPÓ’ TENTOU SE JUSTIFICAR COM UMA DESCULPA ‘AMARELA’. FOTO: REPRODUÇÃO

Nessa segunda-feira (16), circulou nas redes sociais uma foto íntima do vereador Francinaldo da Silva Pontes, conhecido como ‘Cipó’, natural da cidade de Ingá-PB. Cipó foi o quarto mais votado nas eleições de 2020. As informações são do site Polêmica Paraíba.

O ‘nudes’ vem circulando em grupos de Whatsapp, junto com áudios do vereador tentando explicar o ocorrido.

Nas gravações, Cipó tenta se justificar, dizendo que bateram nele sem querer e enviou a foto, chega a dizer que foi brincando com outros ‘meninos’.

Polêmica Paraíba

CASO DA JUÍZA: Juiz diz que esposa cometeu suicídio após ‘pequena discussão’

VÍTIMA ERA JUÍZA NO RIO GRANDE DO NORTE DESDE 2016, TITULAR DA VARA ÚNICA DE MARTINS. FOTO: REPRODUÇÃO

O juiz João Augusto Figueiredo, que levou o corpo da esposa e também juíza Mônica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira à Divisão de Homicídios de Belém na manhã dessa terça-feira (17), disse em depoimento no Boletim de Ocorrência, que a juíza Monica Andrade teria cometido suicídio dentro de um veículo pertencente ao juiz, na garagem do prédio onde ele reside, na capital do Pará. Com informações do site Juri News.

João contou que a juíza Mônica Maria foi encontrada dentro do carro, com um ferimento de bala. A arma usada por ela teria sido também a do próprio juiz, que informou em depoimento que o casal teve uma discussão conjugal na noite anterior. Eles haviam se casado em julho do ano passado.

No Boletim de Ocorrência está relatada a versão do juiz: “….comunica que nesta manhã encontrou sua esposa sem vida dentro do veículo. Que esclarece que o casal teve uma pequena discussão acerca do relacionamento e na noite anterior, por volta das 22h30hs Monica Maria arrumou suas coisas e desceu informando que iria viajar. Que já na manhã do dia 17/05/2022, por volta das 06:40hs, o relator acordou e não encontrou a chave do carro, pegando a chave reserva para sair para trabalhar, que ao chegar na garagem onde o veículo estava estacionado, a porta estava aberta e nesse momento o relator pensou que sua esposa tinha passado a noite dentro do carro, mas ao aproximar-se percebeu que sua esposa tinha cometido suicídio e para isso usou a arma de fogo do relator que sempre fica guardado dentro do carro; que o relator percebeu que o corpo da sua esposa já estava enrijecido, frio e tinha sangue saindo da boca”, contou.

A versão dada pelo juiz ainda é investigada pela Polícia Civil do Pará. João Augusto Figueiredo de Oliveira Júnior é juiz titular da 1ª Vara da Infância e Juventude de Belém, ligada ao Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA).

Já a vítima, Mônica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira, tinha 47 anos, natural de Barra de Santana, na Paraíba. Era juíza no Rio Grande do Norte desde 2016, titular da Vara Única de Martins e ocupava a diretoria do fórum daquela comarca. Ela deixa um casal de filhos.

Após ser flagrada fumando antes do show, cantora gospel choca ‘irmãos’ e pede perdão

CANTORA ISADORA POMPEO. FOTO: REPRODUÇÃO

A cantora gospel Isadora Pompeo realizou um show na última quarta-feira (11), na cidade de Eunápolis (BA), que está repercutindo bastante na região Sul da Bahia.

De acordo com informações, a artista evangélica foi flagrada fumando um cigarro eletrônico dentro do camarim minutos antes de subir no palco.

Quem teria pego a cantora fumando foi Arthur Dapé, filho da prefeita Cordélia Torres, que ficou escandalizado com a cena que presenciou.

Após o episódio, Isadora fez um show sem expressão e rápido, terminando antes do esperado. Depois disso, ela usou as redes sociais para mandar uma indireta para o filho da prefeita.

“Gente sem credibilidade nenhuma querendo falar de mim”, escreveu ela e depois excluiu.

Na manhã desta segunda-feira (16), a artista publicou um vídeo no feed do seu Instagram onde pede perdão pelas vezes que ela “escandalizou o evangelho e que agiu errado”.

Além do vídeo, ela também escreveu um textão sobre o tema, mas não se referiu especificamente sobre o episódio.

“Me perdoe!

Uma coisa é certa, o evangelho é feito pra pessoas fracas que se tornam fortes por meio de suas feridas. A minha oração é que nós cresçamos juntos e unidos. Que o diabo não tenha poder sobre a igreja. Que o poder do julgamento esteja nas mãos do Senhor e que o voltar atrás não signifique REGREDIR, mas assim como uma flecha precisa ser impulsionada para trás para que seja lançada em direção ao alvo, assim sejamos nós em Direção a Cristo Jesus.

Deus abençoe vocês”, diz um trecho da publicação.

Com informações do Fuxico Gospel

Após discussão, homem decepa orelha do cunhado para ‘comer e tomar com cachaça’ na Paraíba

VÍTIMA FOI LEVADA AO HOSPITAL E NÃO CORRE RISCO DE MORTE. FOTO: DIVULGAÇÃO

Um agricultor, de 32 anos, teve a orelha decepada pelo cunhado nesse domingo (15) em Guarabira, no Brejo paraibano. Segundo a esposa da vítima, o agressor possui desavenças com seu esposo.

De acordo com a mulher, o seu irmão chegou na residência onde o casal mora chamando a vítima. Com a promessa de que iria matá-lo, o agressor se armou com um facão para decepar a orelha da vítima e teria afirmado iria ia comer o órgão “com cachaça”.

“Fiquei toda me tremendo. Ele levou a orelha em uma sacola plástica”, concluiu. A vítima foi socorrida ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Apesar do susto, o homem não corre risco de morte.

Até o momento, o agressor não foi preso.

Com informações do Blog do BG

Vereador do PT que está sendo cassado por invadir igreja durante missa é flagrado cantando música de apologia ao crime

NO VÍDEO GRAVADO NESTE DOMINGO, O VEREADOR PARECE MESMO NÃO TER NOÇÃO DE SEU CARGO. FOTO: REPRODUÇÃO

O vereador de Curitiba, Renato Freitas (PT) foi flagrado, literalmente, no local do crime, neste domingo (15), ao ser filmado por populares em frente à igreja Nossa Senhora do Rosário, na capital paranaense.

Em fevereiro deste ano, ele comandou uma invasão ao templo católico, ofendendo e ameaçando o padre que rezava a missa e os que a assistiam.

O ato foi considerado ‘ato violento de intolerância religiosa’ e, por esse motivo, Freitas teve a cassação de seu mandato aprovada pela Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba, na última terça-feira (10), em decisão que ainda será analisada em plenário.

No vídeo gravado neste domingo, o vereador parece mesmo não ter noção de seu cargo, além de um gosto especial pela provocação.

Enquanto está ali, diante da igreja, ele bebe e canta com algumas pessoas, com o som no último volume.

Entre as músicas, olhem só, um rap de apologia ao crime que cita até o assassinato de policiais.

As informações são do Jornal da Cidade Online

CONTRAMÃO: STJ proíbe “baculejo” por atitude suspeita e decisão atinge RN

MEDIDA JUDICIAL FOI JULGADA POR UNANIMIDADE. FOTO: ILUSTRAÇÃO

A revista pessoal, popularmente conhecida como “baculejo”, foi considerada ilegal, de acordo com uma decisão tomada pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça. A medida aconteceu após policiais encontrarem drogas durante uma abordagem, mas não apresentarem “justificativa plausível” para o procedimento.

Conforme a ação, os policiais utilizaram do argumento de que os indivíduos estavam com “atitude suspeita” e, por isso, realizaram a ação. Por unanimidade, os ministros consideraram que, para a realização de busca pessoal é necessário que suspeita seja descrita de modo objetivo e justificada por indícios de que o indivíduo esteja na posse de drogas, armas ou outros objetos ilícitos, caracterizando a urgência para a diligência.

De acordo com a presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte (ADEPOL), Taís Aires, a situação é mais uma que faz um policia hesitar no momento de realizar alguma abordagem ou ação. Ainda conforme Taís, isso inibe que o agente utilizem do seu “feeling” para poder agirem em ocasiões suspeitas.

“Dificulta o trabalho da polícia e o dia a dia do policial. A gente sabe que o feeling do policial é um fator importante. Nessa decisão, o caso foi feito em cima de uma abordagem em que foram encontradas drogas. Existem milhões de coisas que fazem um policial pensar dez vezes antes de agir. O policial está ficando cada vez mais temeroso antes de tomar uma atitude”, contou.

Em contato com a Polícia Militar, nossa reportagem apurou que amanhã será realizada uma reunião para saber como repassar melhor a situação à imprensa sobre a forma em que os policiais devem agir nessas circunstâncias.

Com informações da 96 FM

Ministério da Justiça cria rede para coordenar combate à corrupção

ELA SERÁ INTEGRADA POR UNIDADES DE POLÍCIA JUDICIÁRIA. FOTO: FÁBIO RODRIGUES

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) publicou hoje (16) no Diário Oficial da União (DOU) uma portaria que cria a Rede Nacional de Polícias Judiciárias no Combate à Corrupção (Renaccor). Ela visa, entre os outros objetivos, estimular o intercâmbio de informações entre as polícias judiciárias e os demais órgãos públicos e entidades que atuam no combate à corrupção.

A rede “busca estabelecer um ambiente favorável e seguro para o compartilhamento de experiências, de boas práticas e capacitação integrada, dentre outras possibilidades de fortalecimento das unidades de Polícia Judiciária especializadas no combate à corrupção”.

O texto da portaria traz, também, as regras para adesão de integrantes e parcerias. Podem fazer parte da rede unidades de Polícia Judiciária especializadas no combate à corrupção, cujos órgãos, nos níveis federal, distrital e estaduais, tenham interesse de aderir à iniciativa.

Fortalecimento

Segundo a portaria, a Secretaria Nacional de Segurança Pública e demais entidades e órgãos públicos atuantes no combate à corrupção poderão ser convidados para participar das ações da Renaccor, na qualidade de observadores, quando deverão apresentar propostas “que visem o fortalecimento das unidades de polícia judiciária especializadas no combate à corrupção.”.

A coordenação das atividades da rede ficará a cargo da Secretaria Nacional de Justiça, por meio da Coordenação-Geral de Articulação Institucional do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional.

Além do intercâmbio de informações, a rede também vai trabalhar para a formação dos integrantes, fomentar a integração das polícias judiciárias em ações estratégicas e operacionais voltadas à prevenção e repressão à corrupção e atuar para impedir atuação externa que vise “impedir ou prejudicar investigações criminais relativas ao combate à corrupção”.

Agência Brasil

Entrega de declarações do Imposto de Renda 2022 ultrapassa 22 milhões

RECEITA ESPERA RECEBER NESTE ANO 34,1 MILHÕES DE DOCUMENTOS. FOTO: MARCELO CAMARGO

Mais de 22 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-calendário 2021, foram entregues à Receita Federal até as 11h de hoje (16).

O total entregue até agora (22.288.470) representa 65,4% dos documentos que a Receita Federal espera receber neste ano (34,1 milhões de declarações).

O prazo para a entrega da declaração vai até 31 deste mês.

São obrigados a declarar IR os contribuintes que receberam, em 2021, rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste anual, acima de R$ 28.559,70. Além destes, devem declarar o imposto aqueles que tiveram, no ano passado, rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte em valor superior a R$ 40 mil, como os de aplicações financeiras, doações, heranças, partilha de divórcio, meação, indenizações, dividendos e juros sobre capital próprio, e os que tiveram, em 2021, receita bruta anual decorrente de atividade rural superior ao limite de R$ 142.798,50.

A obrigação incide também sobre o contribuinte que tinha, em 31 de dezembro de 2021, posse ou propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua, em valor superior a R$ 300 mil e sobre aqueles que obtiveram, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência de imposto ou realizou operações em bolsa de valores.

As pessoas que tiveram lucro, em 2021, com a venda de imóveis residenciais, mas optaram por uma das situações de isenção total ou parcial de Imposto de Renda sobre o ganho de capital; que pretendem compensar prejuízos da atividade rural ou de operações em bolsa de valores; e as que passaram à condição de residentes no Brasil no ano passado também são obrigadas a declarar o imposto.

Restituição por Pix

Segundo a Receita Federal, partir deste ano, a declaração permite indicar a chave Pix do tipo CPF para receber a restituição. O CPF deve ser do titular da declaração. Outra opção é indicar diretamente a conta bancária, mas a lista é limitada às instituições que fazem parte da rede arrecadadora de receitas federais.

Agência Brasil