SELO BLOG FM (4)

Categoria: Política

Girão reage a Bonavides sobre volta do DPVAT: “eles riem da população”

FOTO: ZECA RIBEIRO

O deputado federal General Girão (PL) foi às redes sociais criticar a postagem feita pela deputada federal Natália Bonavides (PT), que defendeu a volta do seguro DPVAT e disse que o retorno da cobrança seria “bom para todo mundo”. Para Girão, o PT está debochando da população.

No fim de semana, Natália Bonavides usou sua conta no X (antigo Twitter) para dizer que o SPVAT, que será o nome do novo imposto, “protege motoristas, passageiros e pedestres” e “é bom pra todo mundo”. Segundo ela, o voto favorável foi para que ocorra a garantia, através do SPVAT, “cobertura de tratamento fisioterapêutico, de medicamentos e de demais medidas terapêuticas, desde que eles não sejam cobertos pelo SUS”.

“Imagine uma pessoa morrer em um acidente de carro e sua família não ter nenhum auxílio nessa situação? O SPVAT assegura o amparo a todas as pessoas, sobretudo para as que não dispõem de outros seguros. O seguro que aprovamos indenizará a família em caso de morte (inclusive auxilia nos serviços funerários), indenizar a vítima em caso de invalidez causada pelo acidente e financiar tratamento de reabilitação laboral da pessoa vítima de acidente. SPVAT é mais proteção no trânsito”, postou Natália Bonavides.

Com a postagem da deputada, General Girão foi às redes para rebater. No entendimento do parlamentar do PL, os petistas são “sem caráter”. “Eles têm fome de arrecadação. Aumentam e recriam impostos como quem troca de roupa. E, pior do que isso, ainda lubridiam, enganam a população dizendo que ‘é bom pra todo mundo’. Eles riem impiedosamente da cara da população que acreditou e acredita nesses petistas sem caráter”, disse o deputado.

SPVAT

O imposto foi aprovado pela Câmara dos Deputados. A bancada potiguar se dividiu. Enquanto os deputados Paulinho Freire (União) e Sargento Gonçalves (PL) foram contrários, votaram favoravelmente Robinson Faria (PL), Fernando Mineiro (PT), Natália Bonavides Benes Leocádio (União) e Natália Bonavides. Girão e João Maia estavam ausentes na votação.

Com a aprovação, o Projeto de Lei agora vai tramitar no Senado Federal antes de ser ou não sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Entenda sobre o DPVAT

A cobrança do seguro foi suspensa em 2020, durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). O DPVAT era um pagamento obrigatório a todos os proprietários de veículos, como um benefício a vítimas de acidentes de trânsito, independentemente de qual era o tipo de veículo e de quem foi a culpa.

Após a suspensão do DPVAT, a Caixa Econômica Federal ficou responsável pela administração dos recursos recolhidos até então, que possibilitou cobertura até novembro de 2023.

Tribuna do Norte

Deputado Tomba é o principal líder político para 51% da população de Santa Cruz, aponta pesquisa

FOTO: JOÃO GILBERTO

O deputado Tomba Farias foi o mais citado para 51,6%, seguido de Péricles 7,4%, prefeito Ivanildinho 6,2%, Josemar 1,8% e Dra. Fernanda 1,6%, confira lista completa abaixo.

 A pesquisa foi realizada nos dias 8 e 9 de abril com 500 entrevistas e margem de erro de 4,38%. O levantamento foi registrado no TRE-RN no número RN-00056/2024.

Blog do BG

Parnamirim: chapa do PSDB mostra unidade e força

FOTO: DIVULGAÇÃO

Neste sábado (13), os pré-candidatos a Câmara Municipal de Parnamirim se reuniram para definir estratégias e orientar os 22 homens e mulheres que vão concorrer na chapa proporcional. Hoje o PSDB tem três cadeiras na Casa: Professor Italo, Marquinhos da CLIMEP e Wolney França, que preside o Poder Legislativo.

“O PSDB está organizado, firme e forte para as Eleições 2024 em Parnamirim. Estamos traçando as  últimas estratégias da pré-campanha. Estamos ouvindo o partido para juntos tomar posições”, frisou o vereador Wolney França.

Wolney França é o mais novo filiado ao PSDB de Parnamirim.  Os  novos tucanos que vieram fortalecer a nominata para Câmara Municipal irão passar por orientações jurídicas e de marketing.

PT aposta que ministros bolsonaristas serão rigorosos com Moro no TSE

FOTO: DIVULGAÇÃO

A possibilidade de o processo de cassação do senador Sergio Moro (União-PR) ser analisado pelo TSE sob a presidência dos ministros Nunes Marques e André Mendonça, ambos indicados por Jair Bolsonaro, não assusta lideranças do PT.

A previsão de caciques petistas é de que os dois ministros não serão menos rigorosos com Moro do que seria Alexandre de Moraes, atual presidente do TSE, uma vez que o próprio PL de Bolsonaro é um dos interessados na cassação do ex-juiz.

Apesar da vontade de Bolsonaro de não dar seguimento a ação contra Moro após a vitória do senador no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), a cúpula do PL tem dito que pretende recorrer ao TSE.

Junto ao PL de Bolsonaro, o PT é um dos autores do pedido de cassação de Moro. A sigla do presidente Lula, inclusive, também já avisou que, após a decisão da primeira instância da Justiça Eleitoral, vai enviar o caso do ex-juiz para o TSE.

Troca de presidência

Pelo calendário previsto, Alexandre de Moraes deixará o comando do Tribunal Superior Eleitoral em junho de 2024. No lugar dele, assumirá a presidência da Corte Eleitoral a também ministra do STF Cármen Lúcia.

Entretanto, ela ficará apenas dois meses como presidente do TSE, uma vez que estará encerrando seu segundo biênio como ministra da Corte. Assim, o sucessor de Carmen será Nunes Marques, que assumirá tendo André Mendonça como seu vice.

A expectativa é que o TSE julgue os recursos contra Moro apenas após as eleições municipais deste ano, quando o tribunal terá como presidente e vice os dois ministros indicados por Bolsonaro.

Moro absolvido

Na terça-feira (9/4), o TRE-PR absolveu Moro das acusações de abuso de poder econômico, de uso indevido de meios de comunicação e de caixa dois ao longo da campanha eleitoral de 2022. A decisão foi tomada por 5 votos a 2.

Apesar de caber recurso ainda à corte paranaense, a tendência é que o caso vá parar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O PT, um dos autores da ação que pedem a cassação do mandato, já antecipou que vai recorrer ao TSE.

Metrópoles

Câmara de Natal debate em audiência tarifa zero no transporte público

FOTO: FRANCISCO DE ASSIS

A Câmara Municipal de Natal realizou uma audiência pública nesta sexta-feira (12) para debater a implementação da tarifa zero no transporte público da capital potiguar. A proposta da audiência, feita pelo vereador Milklei Leite (PV), visou discutir como o poder executivo municipal poderia financiar completamente o transporte público com o orçamento da cidade.

Durante as apresentações, foram explanados os modelos de financiamento do transporte público feito em outras cidades ao redor do mundo. A tarifa zero é uma política pública que prevê o uso do transporte público sem cobrança de tarifa do usuário final. Nesse modelo, o sistema é financiado pelo orçamento do município, com fontes de recursos que variam, a partir do desenho adotado por cada cidade.

O engenheiro de transportes da UFRN, Rubens Ramos, apresentou dados e gráficos da implantação do projeto em outras cidades, como Caucaia, segundo município mais populoso do Ceará, com 369 mil habitantes, um exemplo do avanço da tarifa zero nos municípios após a pandemia.

“O modelo proposto é que todos os custos sejam cobertos com recursos do orçamento municipal, o que representa aproximadamente 4% deste orçamento. Isso equivale ao custo atual, mas agora seria financiado pelo município. Com isso, surgem benefícios como o aumento do emprego, já que o local de moradia deixa de ser um fator limitante, além de um aumento no salário dos empregados, pois parte do vale-transporte poderia ser convertida em salário. Esse cenário pode impactar significativamente a dinâmica de trabalho, as empresas, o emprego e a renda na cidade. Por exemplo, um estudante que hoje gasta dois mil reais por mês poderá redirecionar esse dinheiro para livros, alimentação, roupas, lazer e outros consumos”, explicou o professor da UFRN.

Representando o município de Natal, Guto Castro, assessor da STTU, falou que o executivo não é contrário à proposta, mas que é importante e necessário saber qual vai ser a fonte do orçamento. Que precisa ser feito um estudo de viabilidade completo.

“Há diversas frentes discutindo esse tema no Brasil, não apenas nos municípios. De fato, trata-se de uma questão nacional, na qual o governo Lula indica a possibilidade de criar um sistema único de mobilidade, semelhante ao SUS, que taxaria os mais ricos para financiar a mobilidade dos menos favorecidos. Isso, evidentemente, implicaria na transferência de recursos dos veículos particulares para o transporte coletivo. Para alcançar a tarifa zero, é fundamental agir com responsabilidade. Sabemos o quanto é custoso para o município estabelecer, por exemplo, uma tarifa de ônibus. Ao definir uma tarifa, espera-se que as operadoras retribuam com melhorias na eficiência do setor, o que nem sempre é cumprido, mesmo com acordos firmados com o Ministério Público. O município não se opõe à proposta, mas é essencial desenvolver mecanismos de fiscalização para gerenciar esses recursos, que incluirão contribuições do governo federal por meio do Serviço Único de Mobilidade, além de contrapartidas do município e do estado”, afirmou o assessor.

Para envolver a sociedade no debate, o vereador Milklei Leite falou que apresentou um projeto pedindo a realização de um plebiscito sobre o assunto e citou o Ceará como exemplo. “Lá em Caucaia, no Ceará, depois que implantou a tarifa zero, os empresários só faturam quando rodam por quilômetros. Se rodar, ganha. Se não, também não ganham,” disse.

Os vereadores Herberth Sena (PV), Eribaldo Medeiros (REDE), Brisa Bracchi (PT) e a deputada federal Natália Bonavides (PT) também estiveram presentes na audiência.

Prefeito lança nova etapa do programa Wi-Fi Natal e institui o Guia de Serviços do Município

FOTO: ALEX RÉGIS

Em mais um passo em direção à democratização do acesso à internet gratuita e de alta velocidade na cidade, o prefeito Álvaro Dias, lançou nessa sexta-feira (12), em solenidade realizada no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, mais uma etapa do programa Wi-Fi Natal, garantindo a instalação de 19 novos pontos espalhados por todas as regiões da capital potiguar. O Município passa agora a contar com 62 espaços públicos entre praças, orla, parques, bosques e mercados com a tecnologia. Além disso, a solenidade também marcou a assinatura do decreto que institui o Guia de Serviços Municipal. A medida amplia e reforça a ferramenta on-line, que disponibiliza ao cidadão informações sobre os serviços oferecidos pela gestão em diversas áreas.

“Esse é um momento muito significativo para a cidade. Estamos ampliando ainda mais os pontos de internet livre, gratuita e de alta velocidade. O mundo hoje está conectado, tudo é solucionado por meio de um smartphone e a nossa gestão tem feito um trabalho profícuo de inclusão digital. Ao instalar esses pontos, oportunizamos a população das regiões beneficiadas acesso à informação, cultura, entretenimento e lazer. O Wi-Fi Natal está consolidado e vamos nos empenhar para levá-lo para mais locais”, ressaltou Álvaro Dias.

Os locais onde serão instalados os 19 pontos da nova etapa do Wi-fi Natal são: Mercado do Peixe, nas Rocas, e o da Avenida 6, no Alecrim; na orla, no relógio da praia de Miami, em Areia Preta, além de mais dois parques urbanos: o parque Ecológico de Capim Macio e o Bosque das Mangueiras. Os demais espaços são a Praça Juscelino Kubitschek, Cruzeiro Religioso Setor Missa Nossa Senhora de Fátima, Cruzeiro Religioso Setor São José, Praça Maurino Lucena, Praça Pastor José Agostinho de Oliveira, Praça Eldorado, Praça Aluízio Alves, Praça das Flores, Praça Passo da Pátria, Praça Pedro Velho, Praça Armando Nobre Viana, Praça Central de Neópolis, Praça Marechal Floriano Peixoto e Praça da Árvore de Mirassol.

Presente à solenidade, a presidente do Conselho Comunitário de Neópolis, Algecira Gomes, agradeceu ao prefeito por ter disponibilizado um ponto do Wi-fi Natal na praça central da comunidade: “Estamos muito felizes com esse benefício. Todos os dias acompanho as pessoas utilizando a tecnologia disponibilizada pela Prefeitura. A gestão do prefeito Álvaro Dias não ficará marcada só pela execução de grandes obras, como também deixará uma marca de muita sensibilidade e cuidado com a população, tendo como exemplo iniciativas como essa que disponibiliza internet livre e rápida”, detalhou.

Sobre o Guia dos Serviços, o chefe do executivo municipal também enalteceu a disponibilização da ferramenta: “Ao alcance de um clique, tanto os cidadãos quanto os turistas terão acesso a todas informações referentes à gestão em áreas como mobilidade urbana, saúde, esporte, lazer, assistência social, turismo, dentre outras. É uma ferramenta poderosa e de grande valia para todos”, destacou o prefeito.

O Guia de Serviços é uma ferramenta on-line que disponibiliza informações sobre os serviços oferecidos pela administração municipal. Com as mudanças efetivadas, as demandas da população sobre os serviços da Prefeitura são disponibilizadas nos canais de comunicação do Guia e imediatamente repassadas às secretarias ou órgãos responsáveis.

“O Guia vem cumprindo o importante papel de ser a interface entre o cidadão e a gestão municipal, além de ser um forte aliado e um facilitador para o cidadão que precisa de informações sobre os serviços oferecidos pela Prefeitura, pois a busca pode ser feita por área temática, órgão responsável, bairro e perfil do usuário. Quero agradecer o empenho e a competência de toda a equipe da secretaria municipal de Planejamento pelo trabalho desempenhado”, explicou Joanna Guerra.

A solenidade contou com as presenças dos vereadores Preto Aquino, Robson Carvalho, Luciano Nascimento, Dickson Júnior, Nivaldo Bacurau e Hermes Câmara, além do presidente da Associação dos Empresários do Bairro do Alecrim (AEBA), Matheus Feitosa.

‘Só por teimosia, Padilha vai ficar muito tempo no ministério’, diz Lula em reação a ataques de Lira

FOTO: AGÊNCIA BRASIL

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva saiu em defesa do ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, alvo de ataques do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Ao discursar em evento no Mato Grosso do Sul, Lula disse que Padilha permanecerá no cargo.

“Só de teimosia, o Padilha vai ficar muito tempo nesse ministério, porque não tem ninguém melhor preparado para lidar com a diversidade dentro do Congresso Nacional que o companheiro Padilha”, disse Lula.

Na última quinta-feira, Lira havia criticado a conduta do ministro da articulação política da gestão petista. Segundo o presidente da Câmara, Padilha é seu “desafeto pessoal” e “incompetente”.

“É lamentável que integrantes do governo interessados na estabilidade da relação harmônica entre os Poderes fiquem plantando essas mentiras, essas notícias falsas que incomodam o Parlamento. E, depois, quando o Parlamento reage, acham ruim”, disse Lira na quinta-feira, 11. Lira se referia à informação de que Lira e seu aliado Elmar Nascimento, candidato à sucessão na Câmara, teriam saído enfraquecidos após o plenário da Casa manter a prisão do deputado Chiquinho Brazão (Sem partido), apontado como mandante do assassinato de Marielle Franco em 2018.

Portal 98 FM

“Eu, se pudesse, ia fazer um decreto, quem mentir vai ser preso”, diz Lula

FOTO: RICARDO STUCKERT

O presidente Lula cumpriu agenda nessa sexta-feira (12) em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Durante seu discurso Lula afirmou: “Eu, se pudesse, ia fazer um decreto: ‘É proibido mentir’. Quem mentir, vai ser preso”, disse Lula.

Lula seguiu e complementou: “A gente não pode viver subordinado à mentira. A gente não pode viver subordinado à maldade. A gente não pode viver subordinado à intriga”.

Blog do BG