SELO BLOG FM (4)

Categoria: Brasil

Bolsonaro diz a apoiadores que ato do 25/2 será restrito à Paulista

FOTO: REPRODUÇÃO X

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi às redes sociais nesta sexta-feira (16/2) para fazer um apelo a seus apoiadores: aqueles que não puderem comparecer ao ato marcado para o próximo dia 25 na avenida Paulista, em São Paulo, não repliquem a manifestação em outras partes do país.

“Quero me dirigir às pessoas que não podem comparecer, porque moram muito longe, não têm meios, e é plenamente justificável, eu quero apelar: não façam movimentos em outros municípios. Nem de manhã e nem de tarde. Por favor. O movimento é para a Paulista, exclusivo. Não marque, repito, e não compareça a nenhum movimento fora da capital de São Paulo, fora da Paulista. Colabore conosco”, pede Bolsonaro no X (antigo Twitter).

Ato em defesa própria

Na última segunda-feira (12/2), o ex-presidente fez, também no X, uma convocação a seus seguidores para o ato da Paulista, marcado para o último domingo de fevereiro (25/2).

Metrópoles

Redes fazem Malafaia recuar de usar doações ao pagar trio de Bolsonaro

FOTO: MATHEUS VELOSO

Os aliados de Jair Bolsonaro estão mais suscetíveis às críticas e pressões vindas das redes sociais por opositores do ex-presidente. O pastor Silas Malafaia explicou à coluna, nesta sexta-feira (16/2), por que desistiu de usar dinheiro da Associação Vitória em Cristo, mantida com doações e ofertas de fiéis, para custear a manifestação a favor de Bolsonaro, no próximo dia 25, na Avenida Paulista. O motivo: o assunto não havia pegado bem na internet.

“A questão não é legal, é moral”, disse Malafaia. “Eu tenho uma turma que monitora as redes sociais, porque eu não tenho tempo de ficar olhando. Eles me falaram que estava correndo a informação de que eu iria tirar dinheiro da igreja para bancar o Bolsonaro. É maldade. Antes que usem isso com força, decidi que vou pagar do meu próprio bolso. E até agora nada foi pago.”

Malafaia havia admitido o recuo em conversa com o colunista Igor Gadelha, na quinta-feira (15/2). Ele afirmou que negociará o aluguel do trio elétrico na tarde desta sexta. O proprietário do veículo pediu R$ 55 mil pelo trio no dia da manifestação, mas o pastor quer pechinchar o valor. Malafaia também precisará arcar com o aluguel de grades e com a compra de água para os bolsonaristas que comparecerem ao ato.

Informações divulgadas pela Receita Federal no ano passado mostram que a Associação Vitória em Cristo é isenta de pagar o Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) por ser uma entidade de assistência social. A associação tem natureza jurídica de organização religiosa e, segundo Malafaia, poderia organizar atos públicos com base em seu estatuto.

A associação afirma, em seu site oficial, que as contribuições recebidas de fiéis são usadas “para manter o programa Vitória em Cristo, realizar as cruzadas evangelísticas e apoiar projetos sociais”. As doações, ainda segundo o site da entidade, “são destinadas a instituições sociais que assistem mais de 4 mil pessoas por dia”.

“Eu não tenho controle da informação total. Eu tenho renda, do meu Imposto de Renda, e tenho recursos. Vou pagar e acabar com essa conversa. O povo se confunde. Nem sonhando que poderia fazer isso com o dinheiro da igreja, que é a Assembleia de Deus Vitória em Cristo. A associação é uma entidade que pode fazer manifestação pública. Mas o império da maldade é tão grande que depois vem o Ministério Público querer saber. Vou pagar com meu dinheiro e emitirei nota no meu nome”, afirmou Malafaia.

Em maio de 2019, a Associação Vitória em Cristo foi condenada pelo Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) a pagar uma multa de R$ 25,4 milhões referente a tributos de 2010, ano em que teve a isenção suspensa. Na decisão, os conselheiros citam que a imunidade tributária foi retirada naquele período porque a entidade infringiu as regras que impedem as instituições de remunerar dirigentes e que exigem a aplicação integral dos recursos na manutenção de objetivos sociais.

Um recurso contra a decisão foi rejeitado em junho de 2022, mas Malafaia disse que contesta o caso em outras instâncias do Judiciário.

Metrópoles

Jair Renan Bolsonaro é indiciado por suspeita de falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

FOTO: ADRIANO MACHADO/CRUSOÉ

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) confirmou, nesta quinta-feira (15), a conclusão do inquérito vinculado à Operação Nexum, deflagrada em agosto do ano passado, para investigar um possível esquema de fraudes, estelionato, falsificação de documentos, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. O caso envolve Jair Renan Bolsonaro, filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, e o seu instrutor de tiro, Maciel Alves.

De acordo com a PCDF, ao final da investigação, cujos detalhes estão sob sigilo, tanto Jair Renan quanto Maciel Alves foram formalmente acusados pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso e lavagem de dinheiro.

O relatório final da investigação foi encaminhado ao Poder Judiciário no dia 8 de fevereiro, informou a corporação. Agora, cabe ao Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) analisar o caso e decidir se oferece denúncia contra ambos para que se instaure um processo penal na Justiça.

Ainda no ano passado, foi realizada uma operação policial de busca e apreensão contra os acusados. O inquérito apontava, de acordo com os investigadores, “para a existência de uma associação criminosa cuja estratégia para obter indevida vantagem econômica passa pela inserção de um terceiro, ‘testa de ferro’ ou ‘laranja’, para se ocultar o verdadeiro proprietário das empresas de fachada ou empresas ‘fantasmas’, utilizadas pelo alvo principal e seus comparsas”. A Operação Nexum foi conduzida pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor) da Polícia Civil do DF.

EBC

Homem é preso após espancar namorada até a morte em motel

FOTO: REPRODUÇÃO

Um homem de 36 anos foi preso em flagrante após espancar até a morte sua namorada, de 24, dentro de um quarto de motel no Parque São Domingos, zona oeste de São Paulo, na noite dessa quinta-feira (15).

A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender a ocorrência após a camareira do motel encontrar a vítima ferida e desacordada. O homem acabou detido na Avenida Jornalista Paulo Zingg, quando tentava escalar o muro do motel para fugir.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o homem confessou o crime. O casal estava junto havia seis meses, de acordo com reportagem do SBT.

Os PMs foram até o quarto em que o casal estava e viram a mulher “com diversos ferimentos”, aponta o boletim. Os agentes acionaram o resgate, que constatou a morte da jovem no local.

O motel passou por perícia e o acusado permaneceu à disposição da Justiça, informou a SSP. O caso foi registrado como violência doméstica e feminicídio na 4ª Delegacia da Mulher da capital paulista.

A informação é do Metrópoles.

TRAGÉDIA: atriz de morre atropelada após parar o carro para trocar o pneu

FOTO: REPRODUÇÃO

A modelo e atriz Kamylla Cristina Rosa de Oliveira, 22 anos, faleceu ao ser atropelada no acostamento da GO-217 enquanto retornava de Caldas Novas para Goiânia. A vítima, acompanhada por duas amigas, parou às margens da rodovia para resolver um problema na roda do carro. Durante o procedimento, foi atingida por outro veículo que fugiu do local.

Apesar da intervenção do Samu, Kamylla não sobreviveu. O veículo envolvido está sendo investigado pela Polícia Civil como homicídio culposo. A Polícia Científica realizou perícia no local, e o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Morrinhos.

O enterro de Kamylla foi realizado nesta quarta-feira no cemitério Parque Memorial, em Goiânia. Nas redes sociais, Kamylla se identificava como Mila Maria. Além de modelo, ela também era atriz.

Polêmica Paraíba

Visitas e banhos de sol são suspensos nos presídios federais

FOTO: DIVULGAÇÃO

A direção do sistema penitenciário federal determinou o aumento do nível de segurança das cinco penitenciárias federais do país. Com isso, os banhos de sol e as visitas foram suspensas nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16).

De acordo com a portaria assinada pelo diretor do sistema, José Renato Gomes Vaz, as visitas sociais e de advogados e das atividades de assistência educacional, laboral e religiosa, à exceção dos atendimentos emergenciais realizados pelas respectivas Divisões de Saúde.

A portaria determina ainda que seja limitado o acesso às dependências das vivências, isolamento e inclusão. Além disso, orienta que demais medidas que o Diretor da Penitenciária Federal entender como cabíveis.

Para tomar as medidas, a direção do Sistema Penitenciário Federal considerou a necessidade de esclarecimento dos fatos que resultaram na fuga de dois presos na Penitenciária de Mossoró. Os fugitivos são Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça. Eles estavam em Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) e fugiram na madrugada de quarta-feira (14), entre às 3h e 4h. A dupla foi transferida para Mossoró em setembro de 2023, após participarem de uma rebelião com mortos em um presídio no Acre, em julho do mesmo ano.

Portal da Tropical

Ministério da Justiça manda reforçar equipamentos e protocolos de segurança dos cinco presídios federais

FOTO: LÉO MELO

O Ministério da Justiça mandou que seja realizada uma “imediata e abrangente” revisão de todos os equipamentos e protocolos de segurança nas cinco penitenciárias federais. A fuga de dois presos na unidade de Mossoró provocou a determinação da pasta.

Essa foi a primeira vez que presos fugiram do sistema penitenciário federal, inaugurado em 2006. Além de Mossoró, as outras penitenciárias federais ficam em Catanduva/PR, Campo Grande/MS, Porto Velho/RO e Brasília/DF.

Segundo o ministério, o secretário Nacional de Políticas Penais, André Garcia, foi ao município, após o episódio, acompanhado de seis servidores, para “apuração presencial dos fatos e a tomada das ações cabíveis no âmbito administrativo”.

Os fugitivos são Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça. Eles estavam em Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) e fugiram na madrugada de quarta-feira (14), entre às 3h e 4h. A dupla foi transferida para Mossoró em setembro de 2023, após participarem de uma rebelião com mortos em um presídio no Acre, em julho do mesmo ano.

Portal da Tropical

Sergio Moro cobra esclarecimentos do Governo Lula sobre fuga em Mossoró

FOTO: JEFFERSON RUDY

O ex-juiz e atual senador Segio Moro cobrou explicações do governo federal sobre a fuga de dois detentos do presídio federal de Mossoró, na manhã desta quarta-feira (14). 

“Desde 2006, quando foi inaugurada a primeira unidade, em Catanduvas/PR, nunca tinha havido uma fuga de presídio federal. São necessários esclarecimentos do Governo Federal sobre o ocorrido”, escreveu Moro em publicação no X (antigo Twitter).

Portal Grande Ponto