SELO BLOG FM (4)

Categoria: Emprego

CBF altera data do segundo jogo entre América e Corinthians pela Copa do Brasil

FOTO: JOSÉ ALDENIR

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nessa quinta-feira 9 uma mudança na data do jogo de volta entre América e Corinthians, válido pela 3ª fase da Copa do Brasil. A partida, que estava previamente marcada para o dia 21, foi remarcada para o dia 22 deste mês, uma quarta-feira. O horário e o local do confronto permanecem inalterados: às 20h, na Neo Química Arena, em São Paulo.

No jogo de ida, realizado na Arena das Dunas, o Corinthians saiu vitorioso ao vencer o América por 2 a 1. Com esse resultado, a equipe paulista tem a vantagem do empate para o confronto de volta.

Agora RN

COTEMINAS: fábrica de compadre de Fátima e Lula não paga salário de trabalhadores e deixa dúvidas sobre operação da Shein no RN

Após cerca de dois meses de a governadora Fátima Bezerra anunciar com pompas e circunstância uma parceria com a chinesa Shein e a fábrica Conteminas, a unidade fabril sediada no Rio Grande do Norte e controlada pelo empresário Josué Gomes, filho do industrial José de Alencar e compadre do presidente petista Lula da Silva, não está pagando o salário dos trabalhadores, que, abandonados, realizaram nesta nesta segunda-feira um protesto em busca de receber o salário ao qual fizeram jus.

Compadre de Lula e Fátima, o empresário Josué Gomes parece desconhecer a situação de penúria que os trabalhadores da Coteminas estão vivenciando. A assessoria da Coteminas, segundo destacou o jornal Tribuna do Norte, disse que não tinha conhecimento do protesto, ocorrido diante dos portões da fábrica, que permaneceram fechados.

HÁ ALGUNS MESES, A COTEMINAS INTERROMPEU OS PAGAMENTOS E CORTOU TODOS OS BENEFÍCIOS

De acordo com a denúncia dos funcionários, a empresa estava realizando o pagamento de férias coletivas aos funcionários a mais de um ano. Eles permaneciam com o vínculo empregatício e, anteriormente, estavam recebendo os salários. Porém, há alguns meses, a empresa interrompeu os pagamentos e cortou todos os benefícios.

Diante do descaso da Coteminas com os seus trabalhadores e a aparente dificuldades de honrar salários, ficam algumas perguntas que caberiam a governadora do RN responder:

  1. A parceria da Shein com a Coteminas vai sair do papel, ou foi mais um factoide para o governo mostrar serviço?;
  2. Com o atual quadro de atraso de salários, o RN perderá mais uma indústria?
  3. O ambiente econômico do RN contribuiu para a degradação da operação da empresa no Estado?

Perguntar não ofende…

Natal recebe Feira da Empregabilidade com mais de 600 vagas de emprego e estágio

A primeira edição de 2023 da Feira de Empregabilidade, promovida pela maior rede de ensino técnico do país, a Grau Técnico, ocorre na próxima sexta-feira (19) em Natal, na unidade Central, localizada no Alecrim, entre 9 e 17h. O grande destaque do evento é a oferta de mais de 600 vagas de emprego e estágio para a Região Metropolitana.

Com entrada gratuita, a Feira disponibiliza aos interessados vários serviços, como elaboração e atualização de currículos, orientação social para fazer Carteira de Trabalho, Identidade e Título de Eleitor, processos seletivos de empresas parceiras, sorteios de minicursos, palestras profissionalizantes e orientações vocacionais.

“Queremos oferecer para os moradores da região uma oportunidade de agregar valor à vida profissional, além de aprimorar e qualificar o desempenho local. Temos certeza que a Feira será um grande sucesso”, afirmou Alberto Nelson, gestor da unidade

Nesta edição, o evento contará com apoio de mais de 10 empresas participantes. Dentre elas: Ferreira Costa, Loucos por Coxinha, Vitally, Mario Baterias, Cabo Telecom, Brisanet, Rede Mais, Calcenter Riachuelo, SINE, IEL, CIEE, Super Estagios, Pyxo Estagios, HW Telecom, DNA Center, Teleperfomace e Próxima Engenharia, Clínica de Urologia e Banco Ademicon.

Essa será a primeira Feira da Empregabilidade Grau Técnico realizada em Natal neste ano, mas até o final de 2023 são esperadas outras edições.

SERVIÇO
Feira de Empregabilidade
Quando: Sexta-feira (19 de maio)
Horário: das 9h às 12h, com retorno das 14h às 17h
Onde: Grau Técnico – Unidade Centro (R. Cel. José Bernardo, 970 – Alecrim)
Entrada gratuita.

Programação completa da ação:
•Elaboração e atualização de currículos;
•Demonstração de aulas práticas;
•Processos seletivos de empresas parceiras;
•Divulgações e encaminhamento de vagas;
•Sorteios de minicursos;
•Palestras profissionalizantes;
•Orientações Vocacionais;

Brasil terá teste para semana de 4 dias de trabalho. Veja como vai funcionar

Escritórios vazios: semana de quatro dias vira tendência entre empresas para motivar funcionários
os vazios: semana de quatro dias vira tendência entre empresas para motivar funcionários Alex Kraus/Bloomber

O Brasil será palco de um experimento sobre o impacto da jornada de trabalho semanal de quatro dias, que acontecerá entre junho e dezembro de 2023. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a organização sem fins lucrativos 4 Day Week, que conduz testes globais sobre a carga horária reduzida, e a brasileira Reconnect Happiness at Work.

Em junho e julho, a Reconnect vai oferecer informações sobre o programa para qualquer empresa que demonstrar interesse em participar no Brasil. Não há pré-requisitos, como número mínimo de funcionários. Basta responder a um formulário disponível no site https://www.4dayweek.com/contact para ter acesso à mentoria.

As companhias podem se inscrever para o início do experimento em agosto e começam a ser preparadas para adotar o modelo em setembro. Vai haver um custo para participar do estudo, que ainda não foi definido.

O modelo a ser implementado nas participantes será do tipo 100-80-100: 100% do salário, trabalhando 80% do tempo e mantendo 100% da produtividade. Indicadores como estresse da força de trabalho, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, resultados financeiros e turnover (rotatividade) serão os fatores avaliados ao final do experimento.

A universidade americana Boston College elaborou a metodologia da iniciativa. A instituição cuida das pesquisas antes do início do experimento, assim como de análises após três meses da implementação e ao fim do piloto. Com isso, a expectativa é garantir acurácia dos dados para que as empresas possam definir se seguirão com a semana de quatro dias.

MITOS DA PRODUTIVIDADE

Renata Rivetti, diretora da Reconnect e especialista em Felicidade Corporativa, explica que um dos principais desafios do experimento no Brasil é desmistificar a crença que a produtividade é proporcional ao número de horas trabalhadas.

— É um projeto com foco inicial no aumento de produtividade, mas que acaba resultando em ganhos para os indivíduos, suas famílias e para toda a sociedade. As empresas que adotaram a semana de trabalho de 32 horas percebem maior atração e retenção de talentos, envolvimento mais profundo do cliente e melhor saúde e felicidade dos colaboradores — disse.

Além disso, explica Rivetti, a semana de quatro dias de trabalho pode trazer ganhos em saúde mental para os trabalhadores. Segundo pesquisa da empresa de consultoria McKinsey com 15 mil funcionários de 15 países, 59% das pessoas passaram ou estão passando por um desafio relacionado à saúde mental.

A pesquisa aponta ainda que funcionários que estão enfrentando desafios na saúde mental têm uma chance quatro vezes maior de sair da empresa e duas vezes maior de estarem desengajados no trabalho.

— Os desafios da saúde mental estão custando muito para as organizações, além dos impactos na sociedade. A adoção da semana de quatro dias é boa para a empresa, para os clientes, para os colaboradores e para a sociedade. Será uma revolução no mundo do trabalho, possibilitando mudanças em nossa forma de atuarmos, de forma mais produtiva e saudável.

ONDE JÁ FOI TESTADO

  • Emirados Árabes

Os Emirados Árabes Unidos foram o país pioneiro na redução no número de dias de trabalho. Desde janeiro de 2022, todos os funcionários de órgãos públicos colaboram com apenas 36 horas semanais, divididas em quatro dias úteis.

  • Reino Unido

Cerca de 60 empresas do Reino Unido participaram de um teste com a semana de trabalho de quatro dias durante seis meses. Lá, as companhias puderam escolher entre uma jornada de oito horas por dia durante quatro dias ou as mesmas 32 horas divididas em cinco dias. Remuneração e benefícios permaneceram inalterados.

A grande maioria das empresas participantes (92%) decidiram manter o formato de trabalho depois dos testes. Entre elas, a receita média aumentou 35% em comparação ao período anterior e 90% dos funcionários disseram que gostariam de continuar trabalhando apenas quatro dias. Desses, 15% disseram que nenhum dinheiro é suficiente para que aceitem voltar ao expediente de cinco dias.

Outros dados importantes foram que 39% dos trabalhadores se sentiram menos estressados, 71% reduziram sintomas de burnout e 54% acharam mais fácil conciliar vida pessoal e profissional.

  • Bélgica

No início de 2022, a Bélgica implementou a semana de quatro dias. Os trabalhadores ganharam o direito de decidir se preferem a jornada de quatro ou cinco dias, com o mesmo salário. A jornada de trabalho belga é de 38 horas totais, mas o empregado pode trabalhar 45 horas numa semana e deduzir o tempo adicional na semana seguinte.

  • Islândia

Entre 2015 e 2019, a Islândia realizou o maior piloto do mundo, reduzindo a jornada semanal de trabalho de 40 horas para 35 ou 36 horas, sem corte salarial. Cerca de 2.500 pessoas participaram dos testes. Os resultados, com as empresas tendo maior ou igual produtividade, levaram os sindicatos a negociar a jornada de trabalho.

  • Suécia

Na Suécia, a semana de trabalho de quatro dias com expediente de seis horas foi testada em 2015 e teve resultados mistos. Partidos de esquerda julgaram que a implementação da medida sairia cara, enquanto algumas empresas decidiram adotar a mudança, como a Toyota.

  • Espanha

Testes como esse também serão realizados na Espanha durante dois anos, onde o governo está oferecendo até 200 mil euros por candidatos e pelos custos de consultoria, necessários para se adequar a uma nova jornada de trabalho.

O piloto é focado em pequenas e médias empresas industriais, onde de 25% a 30% dos funcionários trabalharão pelo menos 10% menos horas.

FONTE: O GLOBO – Por Ana Flávia Pilar — Rio

Campeão mundial com a França celebra lesão de Neymar: “Feliz pelo PSG”

FOTO: REUTERS

O brasileiro Neymar ganhou mais um desafeto no futebol nesta segunda-feira. Em participação no programa Rothen S’enflamme, da RMC, o ex-atacante francês Christoppe Dugarry, campeão do mundo em 1998, comemorou a lesão do atacante, que passará por cirurgia no tornozelo direito e ficará afastado do Paris Saint-Germain por até quatro meses.

Questionado sobre o desfalque do brasileiro, Dugarry surpreendeu com sua resposta desrespeitosa com um companheiro de profissão. “Estou muito feliz pelo PSG que Neymar esteja lesionado”, disse o ex-jogador. “Não consigo mais vê-lo. Não consigo mais fazer isso. Acho ele insuportável em seus dribles, em sua atitude. Não quero vê-lo mais no campo. Isso me cansa”, disparou.

Dugarry explicou que outro motivo para sua “felicidade” é a possibilidade de o técnico Christophe Galtier poder manter a escalação que deu certo nos últimos jogos, com vitórias contra Olympique de Marselha e Nantes. Sem Neymar, o PSG fez sete gols e mostrou mais força defensiva na visão do ex-atacante.

“Acho que é uma chance incrível para Christophe Galtier. Em um ponto, ele teria que ter a coragem de tirar o Neymar, era a única solução”, afirmou. “Esse time está muito mais equilibrado com cinco atrás, com três meio-campistas e Mbappé e Messi na frente”, disse. “Esse time (com Neymar) não é capaz de ter controle porque quando a bola é perdida, os três atacantes não defendem e ficam em perigo. Eles concedem muitas chances.”

Apesar disso, Dugarry admitiu que não vê um atacante à altura de Neymar no elenco. “O problema é que não há muitas opções atrás de Neymar. Ekitike mostra que no momento não está no mesmo nível Os outros jogadores ofensivos são medianos. O PSG ainda está perseguindo sua força de trabalho que é mal equilibrada e que não é boa.”

Estadão Conteúdo

FOTOS: CBF lança camisas que a Seleção Brasileira vai usar na Copa do Mundo no Catar

FOTO: REPRODUÇÃO/NIKE

A Nike e a CBF apresentaram, de forma oficial, nesse domingo (7/8), as camisas que a Seleção Brasileira vai usar durante o Mundial do Catar.

De acordo com a fabricante de material esportivo, a coleção simboliza a “garra brasileira” e foi lançada sob a alcunha de “Veste a Garra”.

– A garra, espírito e resiliência da nação, acima de tudo, a onça-pintada também representa o estilo de jogo do Brasil: tão feroz quanto artístico – explica a fornecedora de material esportivo.

A Seleção Brasileira estreia no Mundial do Catar no dia 24 de novembro, uma quinta-feira, contra a Sérvia, às 16h.

Com informações de g1 e Metrópoles

OPORTUNIDADE: Fundase/RN lança edital de concurso com 576 vagas e salários de até R$ 3.967

SEDE DO GOVENRO DO RN-FOTO DIVULGAÇÃO

O governo do Rio Grande do Norte publicou no Diário Oficial do Estado deste sábado (16) um edital de concurso público com 576 vagas de trabalho na Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Norte (Fundase). 

Os salários iniciais oferecidos variam de R$ 2.363,09 a R$ 3.967,09.

Os cargos estão distribuídos nas cidades de Natal, Parnamirim, Mossoró e Caicó, com oportunidades para analista socioeducativo (60), agente socioeducativo (420), analista administrativo (02), técnico de nível superior (39) e técnico de nível médio (55).

Segundo o edital, a data provável para aplicação das provas objetivas e discursivas é 18 de setembro. 

Já as inscrições poderão ser realizadas entre 19 de julho e 11 de agosto. As taxas são de R$ 80 para candidatos de nível médio e R$ 120 para os de nível superior. 

O concurso é realizado pelo Instituto AOCP. Acesse link de inscrição aqui

A Fundase administra as unidades socioeducativas que recebem jovens menores de idade que cometeram atos infracionais e têm medidas socioeducativas determinadas pela Justiça. 

Para o cargo de analista socioeducativo, 60 vagas serão divididas entre profissionais graduados das áreas de Serviço Social (23); Pedagogia (14); e Psicologia (23). Também com exigência de nível superior, em qualquer curso, serão ofertadas 420 vagas para o cargo de agente socioeducativo.

Para o cargo de analista administrativo, serão ofertadas 02 vagas, distribuídas entre contador (1) e analista de sistemas (1). Totalizando as vagas do certame, 39 serão para técnico de nível superior e 55 para técnico de nível médio. 

A seleção dos cargos de analista socioeducativo, analista administrativo e técnico de nível superior contará com provas objetiva (conhecimentos gerais e específicos) e discursiva, de avaliação de títulos, investigação social e exame toxicológico. As informações são do G1.

Já os futuros agentes socioeducativos passarão pelas mesmas etapas mais teste de aptidão física e curso de formação, enquanto o certame para os cargos de técnico de nível médio terá apenas prova objetiva, investigação social e exame toxicológico.

CBF confirma amistoso da seleção masculina contra Japão em 6 de junho

EM SETEMBRO, A SELEÇÃO TAMBÉM VAI JOGAR CONTRA O MÉXICO E NOVAMENTE CONTRA A ARGENTINA. FOTO: AFP

A seleção brasileira masculina de futebol vai enfrentar o Japão em 6 de junho, no Estádio Nacional de Tóquio, às 7h20 (horário de Brasília). O jogo amistoso, confirmado na manhã desta quarta-feira (27) pela CBF, faz parte da preparação do time para Copa do Mundo no Catar, que começa em 21 de novembro.

Será o segundo amistoso do escrete canarinho contra o país asiático: em 2017, sob comando do técnico Tite, o Brasil venceu por 3 a 1 com gols de Neymar, Marcelo e Gabriel Jesus, em partida realizada em Lille (França).

A CBF ainda não confirmou, mas a seleção comandada pelo técnico Tite também deve jogar no dia  2 de junho contra a Coreia do Sul e no dia 11 contra a Argentina, em Melbourne (Austrália).

Em setembro, a seleção também vai jogar contra o México e novamente contra a Argentina, mas desta vez cumprindo o jogo não realizado pelas Eliminatórias Sul-Americanas.

O Brasil está no Grupo G da Copa do Catar, ao lado de Sérvia, Camarões e Suíça. A estreia da seleção no Mundial será contra a Sérvia, em 14 de novembro.