SELO BLOG FM (4)

Alexandre de Moraes nega devolução de passaporte a Bolsonaro

FOTO: VINÍCIUS SCHMIDT/METRÓPOLES

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou a devolução do passaporte do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O documento do político foi apreendido durante a Operação Tempus Veritatis, da Polícia Federal (PF), que investiga suposta tentativa de golpe de Estado na antiga gestão. O Metrópoles confirmou a informação adiantada pelo blog do Camarotti, do G1.

A defesa de Bolsonaro pediu ao STF a devolução do documento. Os advogados querem autorização para que Bolsonaro visite Israel entre 12 e 18 de maio.

Segundo a defesa, Jair Bolsonaro teria sido convidado pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, para visitar o país.

Moraes atendeu o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), que se manifestou pelo indeferimento do pedido da defesa do ex-presidente. O ministro do STF, em sua decisão, destacou que o ex-presidente não poderá deixar o país, visto que a investigação da PF está em curso.

“As diligências estão em curso, razão pela qual é absolutamente prematuro remover a restrição imposta ao investigado”, destacou Moraes.

Não é a primeira vez que a defesa do ex-chefe do Executivo pede a devolução do documento para sair do país. Em fevereiro, Bolsonaro solicitou o passaporte para participar de um evento conservador nos Estados Unidos.

Metrópoles

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

1 Comentário

  • É bom deixar esse covarde sem passaporte pra ele não fugir…é bem capaz que ele vá se esconder debaixo da proteção do amigo, assassino de crianças, Putin. Sem passaporte, ele já foi pedir pra se esconder na embaixada, imagina se derem o passaporte desse canalha! Tudo volta, Bozo! Acho que agora é a sua hora de pagar a conta. Seja homem e enfrente de cabeça erguida, assim como o Lula enfrentou uma prisão injusta, fruto de uma acusação que nunca provaram e que foi forjada pela corja que lhe apoiava! Se segure ma cela, seu cagão!

Comente aqui